The Política

Prostitutas e fantasmas pra Bolsonaro e imposto pra você

Presidente Jair Bolsonaro disse que usava auxílio da Câmara para “comer Gente”.

Presidente Jair Bolsonaro

Foto do presidente Jair Bolsonaro

Milhares de brasileiros ficaram surpresos ao descobrirem que teriam de pagar imposto de renda sobre o auxílio emergencial que receberem diretamente ou que algum dependente recebeu. Mas não é assim que o presidente tratava seus próprios auxílios.

Em 2018, em entrevista à Folha de São Paulo, ele foi questionado porque recebia auxílio moradia mesmo tendo imóvel próprio em Brasília. Bolsonaro respondeu:

“Como eu estava solteiro naquela época, esse dinheiro de auxílio-moradia eu usava para comer gente. Tá satisfeita agora ou não?”.

Leia também: Globo anuncia que foi envolvida em Fake News e explica; veja aqui

Reprodução de Jair Bolsonaro em vídeo com entrevista da Folha de São Paulo

A não ser que o presidente seja canibal, ele dizia que estava bancando prostitutas.

Já nesta segunda, 26, o Estadão traz denúncia de que o presidente é suspeito de receber via assessores fantasmas R$ 165 mil só em auxílios enquanto era deputado.

“Investigados pelo Ministério Público do Rio sob a suspeita de serem ‘fantasmas’, cinco ex-assessores do presidente Jair Bolsonaro quando ele era deputado federal receberam R$ 165 mil só em auxílios enquanto estiveram nomeados na Câmara dos Deputados”, diz a reportagem.

Parece que o presidente tem duas visões diferentes do seu auxílio e dos dele. O que você acha?

O Direitista: Polícia Federal vai investigar Boulos por sugerir morte de Bolsonaro; veja aqui

Este é um post da coluna O Esquerdista. Caso queira, clique aqui para ler a coluna O Direitista

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
O Esquerdista

Comentários